O Amor é Bondoso – Pr. Sergio Freitas

Categories: Artigos

Lucas 10.25-37

Como é bom poder conversar sobre algo tão relevante, o amor. A parte mais gostosa de falar do amor é que ele é extremamente prático e a cada dia que passa, nos sentimos mais envolvidos a exercitar esse amor que aprendemos do nosso mestre Jesus.

O que significa bondade? O que Jesus quer nos ensinar quando fala que o amor é bondoso? Vamos conversar hoje sobre uma história conhecida e tentar extrair dela o ensinamento sobre a bondade que é amor.

Jesus está num momento impressionante de alegria e gratidão a Deus pelas experiências de seus discípulos. Nesse momento, um mestre da Lei faz uma pergunta que tinha objetivo maldoso. Mas essa pergunta dá a Jesus a oportunidade de ensinar sobre a nova aliança, firmada na bondade do amor.

A parábola do bom samaritano ensina muito mais do que a bondade de um homem. Ela fala de igualdade, de quebra de preconceitos, fala sobre religiosidade, pagar o preço por desconhecido, vida eterna, amor.

Jesus fala que a vida eterna é algo a ser exercitado na prática hoje, com as pessoas que estão ao nosso redor, o nosso próximo. O amor é bondoso porque ele cuida e se importa com quem não tem nome. A bondade é traduzida na prática de se importar menos com os seus próprios negócios em favor do outro. É pagar o preço, financeiramente, pelo desconhecido, simplesmente por querer fazer o bem a ele. A bondade é traduzida em ações de graças.

Você só consegue experimentar o amor de Deus se exercitar todos os dias aquilo que Ele mesmo é. Viver sozinho não faz sentido, e uma vida sem amor, é isolada e vazia.

O desejo do meu coração é que Jesus transforme o seu e o meu coração, para que consigamos exercitar o amor através da bondade a toda e qualquer pessoa que estiver ao nosso lado. Sem que, necessariamente, sejam nossos amigos, mas, inclusive e especialmente, àqueles que estão jogados no caminho, machucados, sofrendo, quase mortos.

Que o Senhor nos ajude sempre a exercitarmos o amor. Exercite o amor nessa semana.

Um beijo carinhoso,

Sérgio Freitas.